Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Just Ride

"Even if I lose this feeling, I’m sure that I’ll just fall in love with you all over again." - Syaoran Li, Card Captor Sakura

Just Ride

"Even if I lose this feeling, I’m sure that I’ll just fall in love with you all over again." - Syaoran Li, Card Captor Sakura

25
Set20

Dorama #1

Pipa

Ia fazer um segundo de animes, mas apeteceu-me falar de um dorama. Vou acabar por falar de animes porque acabam por se encontrar ligados, no entanto, vou focar-me mais no drama em si.

It Started with a Kiss (2005-2006)

Este é um drama taiwanese estrelado por Ariel Lin e Joe Cheng.  Conta a história de Yan Xiang Qin uma rapariga que anda na escola (o equivalente ao nosso secundário), que é muito ingénua e acaba por se atrapalhar em basicamente tudo o que faz. No entanto, ela é uma pessoa muito otimista. Desde que viu Jiang Zhi Shu pela primeira vez na entrada dos caloiros, ela apaixonou-se por ele, assim à primeira vista. Depois de dois anos tendo uma paixão por ele, finalmente decide que está na altura de se declarar através de uma carta de amor. Zhi Shu não se importa e não quer saber da declaração de amor de Xiang Qin, fazendo com que ela seja rejeitada e humilhada à frente da escola inteira.

Naquela mesma tarde, a nova casa onde Xiang Qin e o seu pai vivem (eles acabaram de se mudar para a casa), é destruída por um pequeno terramoto. Os dois, desalojados e não têm dinheiro porque não pagaram o seguro contra o terramoto. Felizmente um velho amigo de escola do pai da nossa Xiang Qin decide ajudá-los (abençoado!) e convida-os para viver em sua casa. O que a Xiang Xi não sabe é que o Tio Li, não só é o amigo do pai, como também é o pai de Zhi Shu.

Isto faz-vos lembrar alguma coisa? Pois é: Itazura na Kiss, o anime que tem como base o mangá escrito e ilustrado por Kaouru Toda. A obra foi lançada entre 1991 e 1999, tendo ao todo 23 volumes!

O  mangá não tem final uma vez que a autora, morreu de forma inesperada. Várias já foram as séries televisivas baseadas neste mangá. O primeiro em 1996 com o nome Itazura na Kiss.

It Started with a Kiss foi a segunda adaptação televisiva deste mangá e só mais tarde é que veio a ser feito o anime, em 2008. Até agora, podemos contar com, se não estou em erro, 8 adaptações deste mangá e uma adaptação animada.

No meu caso, eu vi primeiro o anime e só mais tarde é que vi as adaptações. Confesso, que esta não foi a primeira, no entanto, é uma das que eu mais gosto, portanto decidi vir falar sobre ela.

A série, contém duas temporadas: A primeira - It started with a Kiss, que apresenta 30 episódios, esteve no ar desde 2005 a 2006. Em 2007, estreou a segunda temporada - They Kiss Again, que apenas contém 20 episódios, terminando em 2008.

Como vos disse, Xiang Qin é uma rapariga muito trapalhona, não é muito boa na escola, não porque não se esforce, porque quando o faz (e com ajuda) ela lá consegue tirar boas notas, no entanto, ela não entende as coisas. É muito otimista e ingénua, não vê maldade nas pessoas, nem as segundas intenções delas. Vive apaixonada pelo Zhi Shu desde que entrou na escola e sabe tudo sobre ele. Vão vendo ao longo desta série que a Xiang Qin, gosta mesmo do Zhi Shu, ela faz tudo por ele! Pode sair magoada no processo, mas ela preocupa-se não só com ele, no seu bem-estar, assim como na família dele, principalmente depois quando vai viver para casa dele.

Ela tem o seu grupo de amigos, duas melhores amigas e um rapaz que é perdido de amores por ela! Ele faz tudo por ela e quer casar com ela, várias são as vezes que ele o diz, mesmo sabendo que ela gosta do Zhi Shu.

Zhi Shu: o rapaz mais popular da escola. E não estou a brincar! Estou mesmo a falar a sério. Ele, um rapaz de poucas palavras, que a maior parte do tempo nem se quer falar com ninguém, devido ao seu elevado QI, nunca estudar, mas ter sempre as melhores notas da escola, faz com que ele seja venerado, adorado por todos, não só por raparigas como por rapazes. 

Confesso que me irritava um pouco a postura dele de não querer saber de nada nem de ninguém, pelo menos do que parecia pela expressão dele, mas à medida que fui vendo os episódios percebi que ele era mesmo assim, não demonstrava muita emoção, mas preocupava, não só com a família dele, como aos poucos também se vai preocupando com a nossa querida Xiang Qin.

A família do Zhi Shu é muito engraçada: Temos o pai dele, o Tio Li, um empresário de sucesso muito voltado para a família e para o bem estar de todos. Não estranhou a vinda de Xiang Qin e do amigo de infância, recebeu-os e tráta-os como se fossem da família. 

A mãe de Zhi Shu: a Tia Zi, sempre quis ter uma filha, mas acabou por ter dois filhos que ama imenso. No preciso momento em que a nossa Xiang Qin vai lá para casa, o sonho de Zhao Zi é concretizado e faz de tudo para juntar os dois. Ainda fica mais feliz quando descobre que a Xiang Qin está apaixonada pelo seu filho, percebendo que meio caminho andando já estava feito para os juntar aos dois. Anda sempre com uma câmara atrás para filmar os dois para ter como memória a história de amor dos dois.

E temos o irmão mais novo de Zhi Shu: Yu Shu. O miúdo não gosta da Xiang Qin. Ele é como irmão, muito inteligente para a idade dele, no entanto, ao perceber que a rapariga que vai lá para casa, não só é trapalhona como não entende nada da matéria que ela já devia saber, ele meio que a despreza um muito. Ele vai deixar de ser assim ao longo dos episódios, apesar de ainda tentar mostrar à Xiang Qin que não gosta dele, ele vai começar a gostar dela pelo seu positivismo e otimismo. Chega ao ponto e tudo de a tentar ajudar com as coisas entre ela e o irmão.

Ao ver esta série, as duas temporadas, senti que a história era completa, não havendo falhas, nem saltos muito grandes temporais e se havia saltos temporais eram explicados e ao ver entendias que tinha de acontecer tal salto.

A vivência da Xiang Qin com o Zhi Shu faz com que eles se aproximem mais um do outro e que o relacionamento deles vá melhorando e... (spoiler alert), quando eles ficam oficialmente juntos, eles ficam juntos e o Zhi Shu faz com que a Xiang Qin cresça, que ela perceba as responsabilidades e que as coisas não podem partir dos outros, a vida é dela e ela tem que fazer o que quer, não o que os outros acham que ela precisa de fazer.

Beijinhos**

(Imagens e gifs retiradas da google)

Pág. 1/3

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D