Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Just Ride

"Even if I lose this feeling, I’m sure that I’ll just fall in love with you all over again." - Syaoran Li, Card Captor Sakura

Just Ride

"Even if I lose this feeling, I’m sure that I’ll just fall in love with you all over again." - Syaoran Li, Card Captor Sakura

Aqueles momentos em que não sei o que dizer/fazer

Maio 17, 2018

Na terça feira, tenho aula das 10h até às 18h, tendo do 12h até às 14h hora de almoço. 

Na segunda aula ou seja das 14h até às 16h tenho aulas com as minhas três amigas. Sentamo-nos todas juntas. Duas delas, durante a minha aula de almoço têm aula, por isso quando chegamos uma delas, a Msp, coloca as coisas dentro da sala e sai por 15 minutos para comer qualquer coisa e volta a entrar.

Ela saiu e eu e a minha amiga com que eu estava a falar ficamos "atentas" à entrega dos testes de 2ª chamada que não nos dizia respeito, só queríamos saber a nota de uma colega nossa. Uma colega nossa foi ter connosco, colocou os braços por cima dos nossos ombros e disse que a Msp estava lá fora e precisa de uma de nós.

Como na segunda ela não tinha ido por estar doente, eu fiquei preocupada, pensei logo que ela se estava a sentir mal por causa do calor. Levantei-me imediatamente e fui ter com ela lá fora. Sai pela porta e ela estava a olhar para mim com aqueles olhos cheios de água. Eu preocupada fui ter com ela. E ela só me disse: "O meu avô morreu". Não sabia o que lhe dizer. Nestas alturas acho que só posso dar o meu ombro para chorar. Ela terminou a chamada e abraçou-me e desatou a chorar. Não lhe disse nada, só a abracei com toda a força que achei necessária, para ela perceber que eu estava com ela.

Esperei que ela ligasse a quem tinha de ligar, pegou nas coisas e foi embora. A nossa amiga que ficou lá dentro olhou para mim e eu fiz sinal que falamos depois.

Quando a aula terminou por a Msp ter saído tão rápido fui falar com o professor a dizer que ela tinha tido uma urgência familiar. 

Nestas alturas nunca sei o que fazer ou dizer, mas acho que o melhor que podia fazer com ela foi mesmo dar-lhe o abraço e mostrar que estava ao pé dela para o que ela quisesse.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D